Portal do Clima
AdaPT

1 – Apresentação do Projeto:

O projeto ClimAdaPT.Local tem como objetivo iniciar em Portugal um processo contínuo de elaboração de Estratégias Municipais de Adaptação às Alterações Climáticas (EMAAC) e a sua integração nas ferramentas de planeamento municipal. Pretende-se alcançar este objetivo pela capacitação do corpo técnico municipal, pela consciencialização dos atores locais e pelo desenvolvimento de ferramentas e produtos que facilitem a elaboração e implementação das EMAAC nos municípios participantes no projeto e, no futuro, nos demais municípios portugueses.

Os objetivos específicos do projeto são:
– Elaborar 26 Estratégias Municipais de Adaptação às Alterações Climáticas (EMAAC),
– Formar 52 técnicos municipais em Adaptação às Alterações Climáticas,
– Criar uma Plataforma para a Adaptação Municipal às Alterações Climáticas,
– Criar uma Rede de Municípios de Adaptação Local às Alterações Climáticas.
De forma a alcançar estes objetivos, foram selecionados 26 municípios, tendo em atenção os seguintes critérios de seleção:
i) Cobertura de todo o território nacional: um município por Comunidade Intermunicipal, Área Metropolitana e Região Autónoma;
ii) Diversidade socioeconómica e das vulnerabilidades e oportunidades das Alterações
Climáticas (AC) nos diversos setores identificados na Estratégia Nacional de Adaptação às AC;
iii) Compromisso político e institucional para elaborar e implementar as Estratégias Municipais
de Adaptação às AC.
Os municípios beneficiários deste projeto são: Amarante, Barreiro, Braga, Bragança, Castelo Branco, Castelo de Vide, Coruche, Évora, Ferreira do Alentejo, Figueira da Foz, Funchal, Guimarães, Ílhavo, Leiria, Lisboa, Loulé, Montalegre, Odemira, Porto, São João da Pesqueira, Seia, Tomar, Tondela, Torres Vedras, Viana do Castelo e Vila Franca do Campo.

O projeto é coordenado pelo grupo de investigação Climate Change, Impacts, Adaptation and Modelling (CCIAM), da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e conta com a parceria de diversas entidades portuguesas e norueguesas (académicas, empresas, ONG e municípios), nomeadamente: CEDRU, WE CONSULTANTS, QUERCUS, Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, Universidade de Aveiro, ICETA/CIBIO-Açores, Câmara Municipal de Cascais, Câmara Municipal de Almada, Câmara Municipal de Sintra e cCHANGE.

O projeto ClimAdaPT.Local está integrado no Programa AdaPT, gerido pela Agência Portuguesa do Ambiente, IP (APA, IP), enquanto gestora do Fundo Português de Carbono (FPC), no valor total de 1,5 milhões de euros cofinanciado a 85% pelo EEA Grants e a 15% pelo FPC. O projeto beneficia de um apoio de 1,270 milhões de euros da Islândia, Liechtenstein e Noruega através do programa EEAGrants, e de 224 mil euros através do FPC.

2 – Biografia do Coordenador do Projeto – Prof Filipe Duarte Santos


Filipe Duarte Santos é professor da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, regendo disciplinas nas áreas da Física, Ambiente e Alterações Globais. Actualmente é Director do Programa Doutoral em Alterações Climáticas e Políticas de Desenvolvimento Sustentável, iniciado no ano lectivo de 2009/2010, que envolve as três universidades públicas de Lisboa, Universidade de Lisboa, Universidade Técnica de Lisboa e Universidade Nova de Lisboa (as duas primeiras constituem presentemente a Universidade de Lisboa). É review editor do 5º Relatório do IPCC e Vice-Presidente da Comissão das Nações Unidas para o Uso Pacífico do Espaço Exterior.

Coordena e participa em vários projectos nacionais e internacionais nas áreas da Física, Alterações Globais e Adaptação e Mitigação às Alterações Climáticas. Publicou mais de 140 artigos científicos em revistas nacionais e internacionais e livros em várias áreas de Ambiente, Alterações Globais e Alterações Climáticas.

Documentos disponíveis:
Logótipo do ClimAdaPT.Local (JPG)

Folheto tríptico do projeto ClimAdaPT-Local (PDF)

Resumo do Workshop para Jornalistas sobre Alterações Climáticas (12 e 13 Novembro 2015, Lisboa)

Apresentação ‘O que significa 2ºC (ou +) de aumento de temperatura do planeta?’
Gil Penha-Lopes, Consórcio ClimAdaPT.Local

Links úteis:
Site oficial
Página no Facebook
Canal no Vimeo

Para consultar as Fichas Climáticas de cada um dos 26 Municípios beneficiários, clique na respetiva área geográfica a azul escuro
Para consultar as Fichas Climáticas de cada um dos 26 Municípios beneficiários, clique na respetiva área geográfica a azul escuro
Loulé odemira ferreiralentejo almada lisboa barreiro evora coruche cascais sintra torresvedras castelovide tomar leiria castelobranco figueira ilhavo seia tondela porto pesqueira amarante guimaraes braga viana montalegre braganca vilafrancadocampo funchal
Back to Top